Campinas atinge 100% de ocupação de UTI’s para coronavírus no SUS municipal

Todos os 119 leitos da rede pública do município exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19 estão o cupados nesta quarta-feira, 10

Campinas atingiu nesta quarta-feira, 10, a taxa de 100% de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 no SUS municipal – é a primeira vez que isso ocorre durante a pandemia. Em toda a cidade, contando a rede pública estadual e privada, são 54 leitos de alta complexidade disponíveis para pacientes com o novo coronavírus.

Nesta quarta, o governo do Estado confirmou que a região de Campinas permanece na fase laranja do Plano SP de flexibilização da quarentena, mas com um alerta diante da alta de casos e mortes – o que pode fazer a região regredir para fase vermelha em sete dias se não houver melhora dos números.

Os números do boletim epidemiológico mostram a evolução de casos e internações na cidade. Em relação ao dia anterior, a cidade conta com um leito a menos no SUS municipal (119), e 13 a mais na rede estadual. Contando apenas a rede pública, são quatro leitos livres. A cidade tem 3.169 casos confirmados e 120 mortes pela doença.

Procurada para comentar os novos dados, a prefeitura de Campinas se manifestou por nota e defendeu que “todos os pacientes que precisarem de leitos de UTI para tratamento de Covid-19 serão atendidos”, uma vez que a regulação de vagas é feita de acordo com a necessidade. “Lembrando que há quatro leitos vagos no SUS Estadual e outros 50 na rede particular”, diz a nota.

Ainda segundo a administração, “serão abertos nos próximos dias mais 23 leitos de UTI Covid no SUS Municipal, sendo 15 no Hospital Metropolitano e oito na Santa Casa”.

“Desde o início da pandemia, a administração municipal vem investindo na ampliação de leitos na cidade. Apenas no último final de semana foram abertos 32 novos. A ampliação é de mais de 70%. A Prefeitura tem feito a abertura de leitos de acordo com a necessidade, garantindo o acesso com qualidade a todos os pacientes. A administração municipal lembra que a quarentena não acabou e ressalta a importância do isolamento social”, completa o comunicado.

Fonte: G1.

× Fale com a Gazeta