CPFL Energia faz doação ao Hospital Municipal Walter Ferrari para o combate ao novo coronavírus

Entre as iniciativas, por meio do Instituto CPFL, companhia doou R$5 milhões a 20 instituições do programa CPFL nos Hospitais e a SGCC, controladora do grupo, destinou 120 mil máscaras ao Governo do Estado e à Prefeitura de Campinas

A CPFL Energia, por meio do Instituto CPFL (plataforma de investimento social do grupo), anunciou a doação de R$6 milhões, contribuindo com ações para o combate ao novo coronavírus. Entre os valores doados, R$5 milhões devem ser destinados a 20 instituições de saúde de toda a área de concessão de suas quatro distribuidoras – CPFL Paulista, CPFL Piratininga, CPFL Santa Cruz e RGE – para aquisição de testes para Covid-19, máscaras e materiais de limpeza.

Na região de Campinas, três hospitais estão na lista de beneficiados pela ação. Na área de atuação da CPFL Paulista, o Hospital Mario Gatti e o Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas, recebem parte da verba. A terceira instituição de saúde contemplada é o Hospital Municipal Walter Ferrari, em Jaguariúna, cidade atendida pela distribuidora CPFL Santa Cruz.

Entre as contribuições, o Instituto CPFL doa mais R$1 milhão ao Programa “Salvando Vidas”, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para apoiar as ações no enfrentamento da pandemia. Esse programa deve beneficiar mais de mil hospitais públicos em todo o País.

“Recebemos apoio total da State Grid para essa doação que demonstra a nossa alta consideração no combate à epidemia. Diante dessa crise sem precedentes, estamos reforçando esta atuação para que as instituições de saúde tenham melhores condições de atender a população infectada pelo novo coronavírus”, afirma o presidente do grupo CPFL Energia, Gustavo Estrella.

Além das doações para auxiliar no combate à pandemia, por meio do Programa CPFL nos Hospitais, a empresa já investiu desde 2019 quase R$34 milhões em hospitais públicos por meio de iniciativas de eficiência energética e ações com foco em humanização via Instituto CPFL. “São 21 projetos concluídos e 78 em andamento. Até 2022, investiremos R$ 150 milhões para colaborar com a melhoria da saúde pública nas cidades em que atuamos”, reforça Estrella.

State Grid. A State Grid Corporation of China (SGCC), por meio da sua subsidiária integral brasileira SGBP, comprou 120 mil máscaras para apoiar o combate ao coronavírus, das quais 60 mil foram destinadas ao Governo de Estado de São Paulo e outras 60 mil foram direcionadas à Prefeitura de Campinas.

Sobre a CPFL Energia

A CPFL Energia, há 107 anos no setor elétrico, atua nos segmentos de distribuição, geração, comercialização e serviços. Desde janeiro de 2017, o Grupo faz parte da State Grid, estatal chinesa que é a quinta maior organização empresarial do mundo e a maior empresa de energia elétrica, atendendo 88% do território chinês e com operações na Itália, Austrália, Portugal, Filipinas e Hong Kong.

Com 14% de participação, a CPFL Energia é uma das maiores empresas no mercado de distribuição, totalizando mais de 9,8 milhões de clientes em 696 cidades, entre os estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Paraná. Na comercialização, é uma das líderes no mercado livre, com participação de mercado de 4%. É líder na comercialização de energia incentivada para clientes livres entre as comercializadoras.

Na geração, é a terceira maior agente privada do País, com um portfólio baseado em fontes limpas e renováveis, como grandes hidrelétricas, usinas eólicas, térmicas a biomassa, Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) e usina solar. Considerando a participação acionária na CPFL Renováveis (99,94%), maior empresa de geração da América Latina a partir de fontes alternativas de energia, a capacidade instalada do Grupo CPFL alcançou 4.304 MW, no final de setembro de 2019.

A CPFL Energia possui ações listadas no Novo Mercado da B3. O Grupo também ocupa posição de destaque em arte e cultura, entre os maiores investidores brasileiros, por meio do Instituto CPFL.

× Chat - Fale com a Gazeta