Reflexos da pandemia: Setor automotivo enfrenta queda nas vendas

As vendas de veículos novos no País registram queda histórica

A rede de concessionárias enfrenta situação de lentidão de vendas em razão da pandemia do novo coronavírus. Continuam com portas fechadas para vendas presenciais e as oficinas funcionam em ritmo lento.

De acordo com o diretor da concessionária Fiat Valverde de Campinas, Paulínia e Jaguariúna, Eduardo Valverde, inicialmente a queda nas vendas na sua empresa foi de 100%. A retomada gradual das atividades traz um pequeno alento, a recuperação de 15%.

A área de assistência para manutenção de veículos da Concessionária está funcionando, mas com uma queda de 60%. Enquanto isso, a empresa se dedica digitalmente e se reinventa com novas práticas de venda.

No primeiro momento a empresa deu férias de 30 dias para todos os funcionários e posteriormente aderiu aos programas de redução de jornada e, em alguns casos, de licença remunerada. “Optamos em não dispensar ninguém, pensando pelo lado humano e contribuindo com o funcionário”, explica Eduardo.

 “Agora estamos voltando aos poucos com o quadro de funcionários reduzidos: criamos protocolos de segurança e estamos fazendo rodízio. Todos usamos máscara de proteção, álcool em gel e mantemos uma distância segura”, conta.

 Após o enfrentamento do coronavírus, Eduardo diz que a empresa pretende continuar com as novas ferramentas de venda. “O atendimento digital é uma realidade”.

× Fale com a Gazeta