Jaguariúna pode ganhar selo de Município de Interesse Turístico

 A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) deve iniciar nos próximos meses a análise do Projeto de Lei 120/2020, de autoria do deputado Edmir Chedid (DEM), que classifica Jaguariúna como Município de Interesse Turístico (MIT). A matéria deve ser avaliada pelas comissões permanentes – como a de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) – antes da votação em Plenário.

Em seu argumento, o parlamentar lembra que o município é conhecido em nível nacional como a “Capital do Cavalo”. O título, segundo ele, se deve ao grande número de haras existentes em Jaguariúna. “O município também é referência pela festa de peão, que o inseriu no mapa do Circuito Nacional de Rodeios e por integrar o Consórcio Intermunicipal do Polo Turístico do Circuito das Águas Paulista”.

Além disso, Jaguariúna está no Circuito Turístico de Tecnologia. “Em parte, isso se deve à localização estratégica do município, que possui fácil acesso a outros três Estados e ao Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. Por isso, estou defendendo para o parlamento paulista sua classificação como Município de Interesse Turístico, que trará ainda mais benefícios à comunidade”, comenta.

O parlamentar afirma que Jaguariúna apresenta todos os requisitos necessários para a obtenção da classificação como MIT, visto que agrega atrativos no turismo Cultural – com destaque para a Maria Fumaça e ao Teatro Municipal –, Rural e Ecológico. “A expectativa é de que a matéria esteja pronta para a votação em Plenário no início do próximo ano”, finaliza.

× Fale com a Gazeta