Agricultores de Mogi das Cruzes entregarão dez mil cestas básicas

Ação atende 24 entidades da região, durante 60 dias

A Cooperativa dos Produtores Rurais de Jundiapeba e Região (COOPROJUR) realiza ações de distribuição de dez mil cestas básicas no município de Mogi das Cruzes, nos meses de maio e junho. A primeira fase da doação acontece a partir de quarta-feira, 06, e atende 24 projetos sociais com 2.500 cestas.

A iniciativa apoia o processo de comercialização dos agricultores do cinturão verde de São Paulo, minimiza o impacto da pandemia e promove a geração de trabalho e renda. Diversos produtores estavam impossibilitados de realizarem a venda da produção de hortifrutigranjeiros que anteriormente era destinada aos restaurantes, bares e feiras das cidades da região. A produção de alimentos estava retida no campo e, por se tratarem de produtos perecíveis (alface, rúcula, agrião, couve, dentre outros), poderia ser descartada.

O Banco do Brasil e a Fundação Banco do Brasil iniciaram trabalho com o objetivo de manter a renda dos agricultores, garantir a produção e fornecimento de alimentos, além de promover a segurança alimentar das pessoas impactadas pela pandemia.

A produção da COOPROJUR de mais de 100 toneladas, será fornecida por aproximadamente 60 famílias agricultoras, beneficiará cinco mil famílias em situação de vulnerabilidade social (recicladores, moradores de rua, asilos, beneficiários dos CRAS e outros). O investimento social é de R$ 1 milhão. As cestas serão compostas por produtos como: arroz, feijão, açúcar mascavo, frutas regionais, legumes, verduras e folhagens. Além de kit de higiene e limpeza.

A iniciativa tem o apoio da BB Seguros e o banco BV, empresas do conglomerado Banco do Brasil, além da cooperativa de crédito COOPERFORTE, que destinaram recursos à Fundação Banco do Brasil para ações de assistência social, prevenção e combate a pandemia de Covid-19.

× Fale com a Gazeta