Comércios e serviços de Pedreira voltam a funcionar com regras; Primeiro caso de Covid-19 é confirmado na cidade

Retomada gradual para estabelecimentos tem lista restrita; Caso a população não respeite as regras ou os dados de Covid-19 mudem na cidade, a prefeitura pode rever o decreto

Nesta quarta-feira, 22, com o decreto do Prefeito Hamilton Bernardes, alguns comércios e serviços de Pedreira retomaram as atividades, mas com pouco movimento de clientes. As lojas estavam fechadas na cidade desde 20 de março.

Com o decreto, as lojas devem exigir uso de máscaras de clientes e funcionários e controlar o número de pessoas dentro dos estabelecimentos. O desrespeito às regras pode acarretar a cassação de alvará e de licença de funcionamento.

“Nós, enquanto Saúde e Vigilância Sanitária, mais a Guarda, mais o Tributo, vamos estar fiscalizando isso. [Em caso de descumprimento] vamos estar suspendendo o alvará e, nessa suspensão, [a loja] não vai mais poder estar aberta. Então, as pessoas têm que cumprir e fazer a sua parte”, afirma a secretária de Saúde Ana Lúcia Goulart.

A decisão

A cidade segue a quarentena contra o avanço do novo coronavírus até 10 de maio, conforme orientação do governo estadual. A decisão de liberar alguns serviços com as restrições, de acordo com o Prefeito Hamilton Bernardes, se deu devido ao fato que a cidade não havia registrado nenhum caso positivo da Covid-19. A Saúde, no entanto, confirmou ainda nesta quarta-feira, 22, o primeiro caso positivo.

Segundo a nota divulgada pela prefeitura, trata-se de um profissional liberal que chegou ao município de uma viagem de trabalho já infectado. “Portanto, trata-se de um caso importado de outro município/estado”.

O paciente foi atendido por convênio particular em Amparo e está internado. Os familiares e as pessoas com quem o paciente teve contato estão identificados e são monitoradas em isolamento pela Vigilância Epidemiológica do município.

× Fale com a Gazeta