“Jaguariúna está preparada e equipada para eventual problema com o coronavírus”, afirma Gustavo Reis

Nesta sexta-feira, 24, completa um mês do decreto de quarentena do Governo de São Paulo, onde os 645 municípios do estado seguem a medida que visa evitar o colapso do sistema de saúde devido ao novo coronavírus Covid-19. Com isso, apenas os serviços considerados essenciais tem autorização para funcionar.

O prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis, diz que foram tomadas todas as medidas no combate ao coronavírus no município. “Nós fizemos pulverização na cidade toda, fizemos barreiras sanitárias com a Polícia Municipal, dobramos o horário de atendimento da UPA, tripliquei o número de leitos na UPA, no Hospital Municipal tínhamos 20 leitos reservados para o coronavírus e ampliamos para mais 30. Tudo, tudo o que poderíamos fazer, nós fizemos”.

Com isso, o prefeito afirma que Jaguariúna está preparada e equipada para eventual problema com o Covid-19. “Hoje temos pouquíssimos casos confirmados na cidade, o que nos possibilita, baseado na ciência e medicina, poder flexibilizar o comércio”, comunica.

“Portanto, vendo o lado dos comerciantes, criamos comissões formadas por um membro da Saúde, um da Fiscalização, da Vigilância Sanitária, com o presidente da Associação Comercial, o secretário de Desenvolvimento econômico e também os comerciantes”, explica. As comissões devem alinhar as regras que garantem a segurança dos comerciantes e de seus clientes.

A flexibilização deve acontecer de acordo com a realidade de Jaguariúna, que é de muita responsabilidade. “Estou editando um decreto que determina o uso de máscaras de proteção e também libera o funcionamento de hotéis e bancas de jornais”, diz. “Dessa maneira vamos flexibilizando com responsabilidade e assim vamos salvando o comércio”.

Gustavo ainda diz que a flexibilização deve ser feita junto com o Ministério Público e Justiça, assim gradualmente o comércio que está há um mês fechado pode reabrir as portas. “Estamos preparados para poder avançar. Juntos vamos conseguir superar”, finaliza.

Sobre o decreto

A Prefeitura de Jaguariúna publicou na Imprensa Oficial nesta quarta-feira, 22, o Decreto nº 4.165, que adequa as medidas de enfrentamento ao coronavírus na cidade às novas determinações do governo do Estado. Entre as medidas, o novo decreto municipal prorroga a quarentena no município até o próximo dia 10 de maio e restabelece o funcionamento de hotéis, motéis e pousadas, além de bancas de jornais.

O documento também inclui a recomendação do uso de máscaras por toda população de Jaguariúna, em locais públicos e privados, seguindo nova orientação do Ministério da Saúde sobre o assunto.

Pelo decreto, os hotéis e congêneres (pousadas, motéis, etc), além das bancas de jornais da cidade, passam a ser incluídos na relação de atividades consideradas essenciais, voltando a funcionar, mas observando as medidas de higiene e segurança sanitária preconizadas pelo Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde (OMS), como ações para evitar aglomerações e o uso do álcool em gel.

× Fale com a Gazeta