Região de Campinas tem 131 vagas para concurso de jovens aprendizes dos Correios

Inscrições começam nesta terça-feira, 31, e seguem até 30 de abril. Remuneração é de R$490 e benefícios como vale transporte, alimentação e uniforme; veja como participar

Começam nesta terça-feira, 31, as inscrições para o concurso que vai selecionar jovens aprendizes para os Correios. São 131 vagas para adolescentes e jovens que moram na região de Campinas. Em todo o estado de São Paulo, são 1.400 vagas.

As inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo site dos Correios e seguem até o dia 30 de abril. O edital também pode ser consultado no site da instituição.

Para participar é preciso ter entre 14 e 22 anos e estar cursando, no mínimo, o sexto ano do ensino fundamental. É importante que o candidato não tenha participado do projeto nos últimos anos.

A remuneração paga aos selecionados no projeto é de R$490 por mês, com benefícios como vale transporte, vale refeição e uniforme. A carga horária é de 20 horas semanais. Durante o contrato, os aprendizes poderão fazer os cursos para assistente administrativo e assistente de logística.

Do total de vagas, 10% são destinadas à pessoas com deficiência e 20% para quem se declarar negro ou pardo. Candidatos com renda familiar menor, mais jovens, de escola pública e beneficiários de programas sociais tem a pontuação maior no processo de seleção.

Vagas por cidade:

  • Artur Nogueira – 1
  • Amparo – 3
  • Americana – 7
  • Águas de Lindoia – 1
  • Campinas – 31
  • Capivari – 1
  • Espírito Santo do Pinhal – 1
  • Holambra – 1
  • Hortolândia 2
  • Indaiatuba -23
  • Iracemápolis – 1
  • Itapira – 2
  • Jaguariúna – 2
  • Limeira – 7
  • Louveira – 1
  • Mogi Guaçu – 3
  • Mogi Mirim – 2
  • Monte Mor – 1
  • Nova Odessa – 1
  • Paulínia -3
  • Pedreira – 1
  • Pinhalzinho – 1
  • Piracaia – 1
  • Piracicaba – 10
  • Rancharia – 1
  • Rio das Pedras – 1
  • Banta Bárbara D’Oeste – 3
  • São Pedro  – 1
  • Serra Negra – 1
  • Socorro – 1
  • Sumaré – 8
  • Valinhos – 7
  • Vinhedo – 1
× Fale com a Gazeta