Vacina contra o Influenza: pessoas com 60 anos ou mais são imunizadas em casa em Holambra

Pessoas com 60 anos ou mais, público-alvo da primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza em Holambra, são atendidas em casa e com horário marcado. A mudança no formato de imunização, antes agendada para acontecer em escolas municipais por orientação do Governo do Estado, elimina a necessidade de locomoção de idosos, reduzindo risco de contaminação para o grupo de maior risco de contaminação do novo Coronavírus. O agendamento começa nesta segunda-feira, 23.

Para solicitar a dose, que é gratuita, o morador deve entrar em contato com o setor de Vigilância em Saúde pelo telefone (19) 3802-2744. Uma unidade móvel com equipe de saúde faz o atendimento em domicílio, no horário combinado. Também beneficiados nesta primeira etapa da campanha, profissionais de saúde são vacinados já no início da semana nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) do Imigrantes e Santa Margarida, no bairro Jardim das Tulipas, das 8h às 16h.

“Inicialmente faríamos a vacinação de pessoas com mais de 60 anos em escolas municipais, fechadas em função da prevenção ao novo coronavírus. Isso evitaria aglomerações nas unidades de saúde, reduzindo o risco de contágio”, explica o prefeito Fernando Fiori de Godoy. “Para tornar o processo ainda mais seguro para essas pessoas, que fazem parte do grupo de risco, decidimos levar a aplicação da vacina até a casa das pessoas”.

De acordo com o diretor municipal de Saúde, Valmir Marcelo Iglecias, é muito importante que pessoas com mais de 60 anos permaneçam em casa e não se exponham a contaminação pelo Covid-19. “Para esse grupo, vacinas contra o Influenza serão oferecidas somente mediante agendamento, em casa. Pedimos que as pessoas não procurem pessoalmente a unidade de saúde”, explica.

A campanha contra o Influenza ocorre em etapas (confira abaixo). Devem receber a dose, além de idosos e profissionais de saúde, pessoas a partir de 55 anos, gestantes, mães com filhos recém-nascidos, crianças entre 6 meses e menos de 6 anos de idade, professores, portadores de doenças crônicas, profissionais das Forças de Segurança e Salvamento, população indígena e pessoas com deficiência.

“É importante ressaltar que esta vacina não protege contra o novo Coronavírus, mas é fundamental para agilizar a confirmação de casos porque vai ser possível poder descartar a influenza em pessoas imunizadas”, diz o diretor.

Etapas da Campanha Nacional de Vacinação Contra o Influenza

– A partir do dia 23 de março: profissionais de saúde e pessoas com 60 anos de idade (estas, somente com atendimento domiciliar com agendamento pelo telefone 3802-2744);

– A partir do dia 16 de abril: professores, portadores de doenças crônicas e profissionais da Força de Segurança e Salvamento (como policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas);

– A partir do dia 9 de maio: crianças a partir de 6 meses e menores de 6 anos de idade, gestantes e mulheres com filhos recém nascidos, pessoas com 55 anos ou mais, indígenas e pessoas com deficiência.

× Fale com a Gazeta