Prefeito de Holambra anuncia pacote de medidas de enfrentamento ao novo Coronavírus

A Prefeitura de Holambra publicou nesta segunda-feira, 16, em edição extraordinária do Diário Oficial do Município, decreto com medidas de enfrentamento ao novo Coronavírus (Covid-19). Na semana passada, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que a rápida expansão do vírus se configura como uma pandemia. De acordo com o Governo Federal, o Brasil tem hoje 200 casos registrados da doença, com incidências pontuais na região.

Entre as medidas apresentadas pelo prefeito Fernando Fiori de Godoy estão a interrupção, por período indeterminado, das atividades escolares a partir de segunda-feira, 23, a suspensão de eventos com aglomeração de pessoas, a adoção de protocolo específico de isolamento e atendimento prioritário aos casos suspeitos nas unidades de saúde e a suspensão da divulgação dos atrativos turísticos de Holambra.

O documento determina também a suspensão imediata das atividades no Salão da Terceira Idade e pausas no Núcleo de Atenção e Orientação Terapêutica ao Trabalho (NAOTT), em aulas de todas as modalidades esportivas e em oficinas culturais. O cadastramento do Cartão Cidadão também é cessado temporariamente.

“Não temos casos do novo coronavírus registrados na cidade, mas, é importante trabalharmos com prevenção e ações assertivas que protejam de forma eficiente as crianças, as famílias e as pessoas. Enfrentaremos esse momento difícil com trabalho, consciência e atitudes planejadas, ainda que um pouco incômodas nesse primeiro momento”, destaca Dr. Fernando.

O decreto prevê ainda a interrupção de férias para os servidores públicos da área da Saúde e altera o fluxo de vacinação. A partir do dia 23, as vacinas são oferecidas exclusivamente nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e não mais na Policlínica Municipal.

Confira resumo do pacote de medidas:

Educação:

  • Suspensão gradativa das atividades escolares entre os dias 16 e 20 de março, sem contabilização de faltas;
  • Promoção de atividades educativas e de conscientização para prevenção à dengue, ao H1N1 e ao novo Coronavírus para estudantes que comparecerem às aulas neste período;
  • Suspensão total das atividades escolares a partir do dia 23 de março, por período indeterminado.

Turismo e Cultura:

  • Suspensão de eventos públicos e particulares com aglomeração de pessoas por período indeterminado;
  • Suspensão de aulas e oficinas culturais, por período indeterminado, a partir do dia 23 de março;
  • Fechamento de espaços públicos como Biblioteca Municipal, Centro de Cultura e Eventos e Moinho Povos Unidos por período indeterminado.

Esportes:

  • Suspensão de aulas de modalidades esportivas, por período indeterminado, a partir do dia 23 de março;
  • Suspensão de campeonatos e competições desportivas por tempo indeterminado.

Saúde:

  • Suspensão de férias aos servidores públicos da área da saúde por tempo indeterminado;
  • Suspensão das atividades de grupos de prevenção, como dança circular, hipertensão, diabetes, tabagismo, entre outros, por tempo indeterminado;
  • Uso obrigatório de equipamentos de proteção individual (máscaras) por parte da equipe das unidades de saúde e da Policlínica Municipal;
  • Adoção de protocolo excepcional para isolamento e atendimento prioritário a casos suspeitos;
  • Suspensão de vacinação na Policlínica Municipal a partir do dia 23 de março, com atendimento exclusivo, a partir desta data, nas unidades básicas de saúde.

Comunicação:

  • Lançamento de ampla campanha de conscientização sobre o Coronavírus e de informação sobre o teor deste decreto até o dia 23 de março;
  • Suspensão das atividades de divulgação turística por período indeterminado.

Promoção Social:

  • Suspensão de atividades do Salão da Terceira Idade em caráter imediato e por tempo indeterminado;
  • Suspensão gradual das atividades do Núcleo de Atenção e Orientação Terapêutica ao Trabalho (NAOTT) de 16 a 20 de março. Suspensão total e por tempo indeterminado a partir do dia 23 de março;
  • Suspensão por tempo indeterminado do cadastramento de Cartão Cidadão.

Administração:

  • Afastamento de servidores com idade igual ou superior a 60 anos e gestantes.

× Fale com a Gazeta