Servidores públicos de Jaguariúna garantem suas reivindicações com a Prefeitura

Após propostas os servidores concordaram com as mudanças

A comissão do Sindicato dos Servidores Públicos de Jaguariúna protocolou na Prefeitura Municipal a pauta de reivindicações 2020 acompanhada de atas de todas as assembleias. A Prefeitura, no dia 06 de março, apresentou uma contra proposta. Confira:
-Reajuste de 4,48 % acolhendo o índice proposto pelo Sindicato;
-Reajuste de 13,33% no vale refeição, de R$15 chegando a R$17 por dia trabalhado;
-Exclusão do desconto de pontos por impontualidade no processo de evolução funcional dos servidores;
-Criação e manutenção da comissão permanente de negociação;
-Constituição de comissões para reforma administrativa, para aprimorar e modernizar o regime jurídico único estatutário. Planos de cargos, carreiras e vencimentos dos servidores públicos municipais, cujo os membros são indicados pelo sindicato.


Em assembleia, os servidores não aprovaram o reajuste de 4,48% e o vale alimentação de R$17. Eles pediram também para não haja punições por atrasos para não perder o vale refeição.

Segundo explica o Presidente do Sindicado, Luiz Carlos Gonçalves da Silva, como a proposta foi rejeitada em partes, a comissão voltou na quarta-feira, 11, a falar com a Prefeitura para nova negociação. Foram reavaliados os pedidos e uma nova contra proposta foi apresentada aos funcionários que se reuniram em assembleia na quinta-feira, 12, para deliberar a seguinte pauta:
-Reajuste de 4,50% dos vencimentos do servidor, acolhendo o índice proposto pelo Sindicato;
-Reajuste no vele refeição para R$17,50 por dia trabalhado;
-Abono de até três atrasos superiores a 15 minutos por mês, que não sofre descontos no pagamento do vale refeição;
-Constituição de comissões paritárias para reforma administrativa, para aprimorar e modernizar o regime jurídico único estatutário, planos de cargos, carreiras e vencimentos dos servidores públicos municipais. Cujo os membros são indicados pelo sindicato;
-Realização de estudo atuarial para fixação de alíquotas progressivas das atribuições, que deve ser apresentado ao Sindicato para conhecimento e discussão antes da elaboração do respectivo projeto de lei.
Luiz afirma que a pauta foi votada e obteve aprovação unânime. Ou seja, todos os presentes da assembleia aceitaram a proposta.

× Fale com a Gazeta