Mata de Santa Genebra Transmissão S.A. inicia Campanha de Energização

A Mata de Santa Genebra Transmissão S.A. (MSG) figura entre os três maiores empreendimentos de transmissão do Brasil. Do ponto de vista sistêmico, as instalações da MSG revestem-se de interesse público relevante, na medida que permitem o escoamento, para as regiões Sudeste e Sul, da energia proveniente dos maiores projetos de aproveitamento de energia hidroelétrica em implantação no Brasil, sendo: Complexo do Rio Madeira (UHE Santo Antônio e Jirau), Complexo do Rio Teles Pires (UHE Teles Pires, SINOP, São Manoel e Colider) e Rio Xingu (UHE Belo Monte). Constitui-se, portanto, de instalações estratégicas que permitirão o intercambio energético entre as regiões Norte-Nordeste com as regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul do Brasil.

A linha de transmissão que passa por Pedreira em breve é energizada e a empresa responsável iniciou uma Campanha de Conscientização para assegurar o bom funcionamento das linhas de transmissão e o bem-estar da população que vive próximo a ela. Algumas medidas de segurança precisam ser respeitadas, entre elas, a Faixa de Servidão que representa uma área de segurança reservada para a operação e manutenção, de aproximadamente 60 metros.

Segundo informa a MSG, é permitida a circulação de pessoas, veículos e animais embaixo da Linha de Transmissão, plantar árvores e cultivos que cresçam até 6 metros de altura. São permitidas também cercas de arame e porteiras, desde que aterradas e seccionadas, além de pastagens.

É extremamente proibido o plantio de árvores de médio e grande porte, fazer uso de fogo, construção de benfeitorias, soltar pipas, instalações elétricas ou mecânicas, subir nas torres, depositar matérias, além de atividades recreativas, industriais, comerciais ou de outra natureza semelhante.

× Chat - Fale com a Gazeta