Eleições 2020: Entrevista com pré-candidato a prefeito de Jaguariúna, Gabriel Tenan

O Jornal Gazeta Regional dá continuidade a série de entrevistas com os nomes colocados a pré-candidatos de Jaguariúna, nas eleições de outubro

Paula Partyka – [email protected]

Para melhor informar o seu leitor, a Gazeta Regional lança uma série de entrevistas com todos os nomes colocados como pré-candidatos de Jaguariúna. A série teve início com o pré-candidato do Partido Trabalhista Cristão (PTC), Du Corrêa, na edição impressa 1709. Na edição, 1710, o candidato do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Fernandinho Portguês fala sobre sua vida política, profissional e pessoal.

Nesta edição, 1712, confira a entrevista com o pré-candidato do Partido Progressistas (PP), Gabriel Tenan.

Gazeta Regional: O seu nome é um dos que estão colocados hoje para uma possível candidatura a prefeito de Jaguariúna, nas eleições de outubro. Como o senhor avalia essa possibilidade?

Gabriel Tenan: Sou pré-candidato a prefeito de Jaguariúna e disputarei a eleição pelo Partido Progressistas. Desde o ano passado converso com deputados do partido para que eu venha disputar as eleições municipais como possível candidato a prefeito de Jaguariúna.

Estive em Brasília e recebi total apoio do Deputado Federal Fausto Pinato para ser pré-candidato a prefeito da cidade. O Progressistas em Jaguariúna entende que há grande possibilidade para a nossa vitória porque não existia candidato com experiência e maturidade nesta eleição. Minha pré-candidatura à prefeito tem total apoio do Partido Progressistas Federal, Estadual e Municipal.

Gazeta Regional: O senhor se considera preparado para assumir uma possível candidatura?

Gabriel Tenan: Sim. Estou preparado para assumir uma possível candidatura e preparado para administrar a cidade. Conheço muito bem a cidade de Jaguariúna. Nasci aqui, fui criado aqui, trabalho aqui e moro aqui. Minha família mora nesta cidade desde a sua fundação.

Sou advogado há 20 anos. Estou na vida pública há 14 anos. Fui assessor de Deputados Federais em Brasília. Fui assessor de prefeitos. Fui secretário de Cultura em Campinas, onde administrei a pasta com R$140 milhões anuais e liderei mais de 200 servidores.

Nunca tive um processo judicial contra mim. Tenho experiência na administração pública e certamente trabalharão comigo pessoas capacitadas, escolhidas por seu conhecimento e não por politicagem.

Gazeta Regional: Como está sua articulação política dentro do partido e que chances o senhor vê de conseguir disputar a eleição?

Gabriel Tenan: Como já disse, a articulação política dentro do partido está em perfeita sintonia. Minha pré-candidatura a prefeito tem o apoio total do Partido Progressistas.

Gazeta Regional: Existem disputas internas que podem inviabilizar sua candidatura?

Gabriel Tenan: Não existem disputas internas. Sou o único pré-candidato a prefeito pelo Partido Progressistas.

Gazeta Regional: Na sua avaliação, quais os atributos que um bom prefeito deve ter?

Gabriel Tenan: Um prefeito deve ser honesto. Falar a verdade. Ser justo. Saber administrar bem o dinheiro público e trabalhar em benefício da população para que os quatro cantos da cidade sejam desenvolvidos e bem cuidados.

Gazeta Regional: Quais áreas da Administração o senhor vê como prioridade na gestão pública? Por quê?

É só andar pela cidade e conversar com o povo jaguariunense para saber que a atual administração não vai bem e é preciso mudança. Um bom prefeito tem que administrar a cidade como um todo e cuidar bem da população.

Os desafios são muitos, precisaremos pagar estas dívidas milionárias que os prefeitos anteriores deixaram e resolver os problemas que os jaguariunenses têm sofrido na pele: sistema de saúde ruim, falta de vagas nas creches, falta de uniformes para os alunos, falta de condição de trabalho para os professores, salas de aula sem estrutura, falta de acessibilidade para deficientes como os surdos e os cadeirantes, melhores condições de trabalho para os funcionários públicos, falta de emprego para o povo de Jaguariúna, prestadores de serviços que não recebem da Prefeitura, dentre outras coisas. Nós moramos aqui em Jaguariúna e sabemos que esta administração deixa muito a desejar.

Gazeta Regional: Jaguariúna tem se destacado nos cenários regional, estadual e nacional em várias áreas, como saúde, educação e segurança. O senhor avalia que é possível melhorar ainda mais esses índices? De que forma?

Gabriel Tenan: Sinceramente, não sei que destaques e que índices são estes que você se refere. O povo que vive aqui na cidade passa muitas dificuldades todos os dias.

O que o povo fala é que a administração atual está ruim. Arrecada mais de R$400 milhões por ano e ainda tem que emprestar dinheiro. Isso não está certo.

Eu avalio que é possível melhorar esta situação com uma administração séria e responsável. Sem corrupção.

Gazeta Regional: Quais as suas principais sugestões para a cidade, como pré-candidato a prefeito?

Gabriel Tenan: Minha sugestão é que seja feita uma administração sem corrupção. Se eu concorrer à eleição e sendo eleito prefeito, certamente irei combater a corrupção para que o dinheiro público seja gasto em benefício da população.

Chega de nossa cidade ter destaque nas páginas policiais. Assim como o povo se uniu e colocou um Presidente da República que luta contra a corrupção, aqui em Jaguariúna o povo merece ter um prefeito que trabalhe da mesma forma.

Gazeta Regional: Fale um pouco sobre a sua família e vida pessoal.

Gabriel Tenan: Na minha vida eu não abro mão de três princípios: Deus, família e trabalho. Professo a minha fé, vou à igreja, sou musico desde meus sete anos de idade e tocar meu instrumento me dá paz de espírito e conexão com Deus.

Tenho uma família que amo. Sou casado há 22 anos e tenho um filho que me enche de orgulho. Minha educação e caráter devo aos meus pais, Toninha e Pedro Tenan. Comecei a trabalhar com carteira assinada aos 14 anos e de lá para cá sempre me dediquei aos estudos e a minha profissão.

Gosto de enfrentar desafios e quero trabalhar por nossa cidade. Como pré-candidato a prefeito de Jaguariúna, a população pode ter certeza, se for dada a mim a missão de administrar Jaguariúna sem corrupção: missão dada, missão cumprida.

× Fale com a Gazeta