26º Batalhão inicia projeto em defesa da mulher vítima de violência doméstica

O programa de ações tem como finalidade a prevenção e repressão à violência contra a mulher no ambiente doméstico

No mês de dezembro teve início no 26º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I) um projeto piloto contra a violência doméstica. Essa iniciativa surgiu do Comandante Interino do 26º BPM/I, Major PM Adriano Daniel, que conta com o apoio do Capitão PM Antônio Marcos Sanches de Toledo, comandante da 2ª Companhia, sediada em Mogi Mirim.

            O projeto tem início em Mogi Mirim devido as ocorrências de feminicídio registradas recentemente. Posteriormente, o projeto também se estende aos demais municípios da área do batalhão.

Foi criada uma equipe específica de policiais militares de enfrentamento à violência doméstica que realiza operações pontuais que consistem em visitas de apoio às famílias onde há mulheres em situação de vulnerabilidade que tenham Medida Protetiva de Segurança. As primeiras visitas já estão acontecendo e, por meio delas, os policiais prestam orientações e apoio.

Eles tem o dever de fazer relatórios para controle das visitações, bem como para observações importantes e pertinentes à segurança da mulher. Além disso, a PM tem o apoio da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) e do Ministério Público que auxiliam na coleta de informações que devem subsidiar o planejamento.

A Delegada titular da DDM, Doutora Raquel Casali Tarosi e o 3º Promotor de Justiça de Mogi Mirim, Doutor Gaspar Pereira da Silva Junior, ficam à disposição para apoiar o projeto da PM no enfrentamento da violência doméstica contra a mulher. Segundo o Major PM Daniel, a Polícia Militar não mede esforços dentro de sua esfera de atribuição para proteger as mulheres.

× Fale com a Gazeta