Kartódromo Internacional San Marino, em Paulínia, abre temporada de férias

O aluguel dos karts está com preço promocional durante todo o mês de dezembro

O Kartódromo Internacional San Marino, um dos melhores do Brasil, localizado em Paulínia abre sua temporada de férias aos amantes da velocidade e àqueles que não possuem experiência em pilotagem, mas têm o desejo de sentir a adrenalina das pistas. O valor do aluguel do kart por pessoa é promocional durante todo o mês de dezembro, para baterias de 25 minutos.

O kartódromo ainda oferece os itens obrigatórios macacão, capacete e balaclava própria para cabelos longos. Ainda há opção de outros itens para locação, como luvas e protetor de costelas.

A modalidade de aluguel, mais conhecida como indoor, é aquela em que os participantes alugam os karts disponibilizados pelo kartódromo e competem com outros pilotos, sem a necessidade de possuir experiência em pilotagem. O objetivo principal é a diversão e o diferencial é que os participantes não precisam possuir kart próprio, muito menos se preocupar com a manutenção do veículo.

 O Kartódromo Internacional San Marino, em Paulínia, oferece três frotas de kart, uma com motor de 13Hp, outra frota exclusiva para campeonatos, com motores de 15Hp e uma terceira, de karts cadetes com motores de de 6,5 hp, para crianças de 10 a 12 anos.

 “A pista é totalmente iluminada, permitindo a pilotagem noturna, e equipada com torre de cronometragem e placar eletrônico. Os pilotos ainda contam com sala de equipamento, recepção informatizada, sala de briefing multimídia e vestiários masculino e feminino com chuveiros”, explica o gerente estratégico do Kartódromo San Marino, Raphael Correa.

O kartódromo trabalha com horários agendados e recomenda que os interessados cheguem com 45 minutos de antecedência, usando roupas leves e tênis. Podem participar das baterias pessoas acima dos 10 anos de idade, mediante apresentação de documento com foto. O endereço é Rua Armando Botasso, nº 1.200, no distrito de Betel, em Paulínia. Mais informações pelos telefones (19) 3833-1818 ou (19) 99119-9895 (WhatsApp).

× Fale com a Gazeta