CPFL Santa Cruz investe R$ 43 milhões no terceiro trimestre de 2019

Somente na região de Jaguariúna, distribuidora aplicou R$2,9 milhões em obras de manutenção, melhorias e modernização da rede elétrica

Em busca da constante melhoria nos serviços oferecidos aos seus clientes, a CPFL Santa Cruz investiu R$ 43 milhões somente no terceiro trimestre de 2019. A maior parte dos recursos, cerca de 63,5%, foi aplicada em obras de expansão, manutenção e modernização da rede de distribuição de energia elétrica nos 45 municípios nos estados de São Paulo, Paraná e Minas Gerais.

Do total de investimentos do trimestre, a distribuidora destinou R$ 2,9 milhões para a região de Jaguariúna, em iniciativas como a ampliação da capacidade e a implementação de novas subestações, a atualização da infraestrutura para a ligação de mais consumidores e a substituição de equipamentos antigos por tecnologias mais robustas. Os aportes tornam mais seguro e confiável o fornecimento para os 43 mil consumidores da cidade e da vizinha Pedreira.

Nos municípios, R$ 1,3 milhão foi direcionado para melhorias e manutenções do sistema, como troca de postes, reforço da rede secundária e instalação de espaçadores e cabos mais resistentes a interferências, além de reparos emergenciais.

A empresa também alocou R$ 466 mil para o aumento da capacidade de carga das subestações e linhas de transmissão das cidades. A infraestrutura ajuda a rede a suportar o crescimento da demanda de maneira estável e segura, além de tornar o abastecimento de energia na região mais flexível e seguro. Vale mencionar que outros R$ 79 mil foram investidos na ligação de novos clientes, por meio da ampliação da rede e da instalação de medidores.

Cabe destacar ainda o R$ 1 milhão aplicado na realização de projetos especiais, como investimentos na modernização do sistema de distribuição e em redes inteligentes. Um dos principais objetivos dos aportes na área é continuidade do projeto pioneiro de substituição de 100% dos medidores de Jaguariúna por medidores inteligentes, com avaliação de diferentes tecnologias de comunicação para os chamados Smart Grids, tecnologia que promete ser uma das tendências para a construção de cidades mais eficientes e sustentáveis.

Os valores investidos no serviço e na infraestrutura de distribuição reforçam o compromisso da CPFL Santa Cruz com o cliente. Vale ressaltar que, para garantir a segurança dos profissionais, da comunidade e da própria rede, eventualmente é necessário desligar parte do abastecimento de energia das regiões em que as obras de melhorias ocorrem.

“Nosso principal objetivo é garantir que todos os clientes tenham um fornecimento de energia elétrica de qualidade, com segurança e confiabilidade, além de ampliar a capacidade da rede para receber novos consumidores”, reforça o presidente da CPFL Santa Cruz, Carlos Zamboni Neto.

× Fale com a Gazeta