Mulher é morta a tiros pelo namorado em condomínio de luxo em Campinas, diz Polícia Militar

Crime ocorreu na noite de terça, 29, em uma residência no bairro das Palmeiras; autor dos disparos, advogado de 31 anos foi preso depois de tentar se matar

Uma mulher de 38 anos foi morta a tiros pelo namorado na noite de terça-feira, 29, dentro de um condomínio de luxo no bairro das Palmeiras, em Campinas. De acordo com a Polícia Militar (PM), Felipe Faccio Moretti foi preso depois de tentar se matar – ele atirou contra o peito e foi socorrido pela equipe do Corpo de Bombeiros ao HC da Unicamp.

O crime ocorreu em uma residência na Avenida Abraham Steinberg, local onde o advogado de 31 anos mora com os pais. O advogado confessou ter atirado contra a namorada, Ana Mahas Zaher.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP), além da arma usada no crime, duas facas foram encontradas no carro dele. A mulher foi atingida por quatro disparos e morreu na residência do namorado.

O suspeito também relatou à polícia, segundo a nota do órgão, que teve uma discussão com a companheira após retornarem de um jantar e, em seguida, atirou contra ela. O assassinato foi registrado na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade como feminicídio e violência doméstica.

Moretti chegou a fugir do local, mas decidiu se entregar após contato com a mãe. Ele teve um ferimento no ombro após atirar contra o próprio corpo após o crime, segundo a Polícia Militar. Foi preso em flagrante e está internado no Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. O estado de saúde não foi informado.

Este foi o 6º caso de feminicídio em Campinas este ano. Ainda não há detalhes sobre velório e sepultamento da vítima. O corpo de Ana Zaher permaneceu no Instituto Médico Legal (IML) durante a manhã.

Fonte: G1.
Foto: Daniel Mafra/EPTV

× Chat - Fale com a Gazeta