Bolsonaro testa positivo para covid-19

O presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou nesta terça-feira, 07, que contraiu Covid-19. O exame feito ontem deu resultado positivo, afirma. Bolsonaro suspendeu sua agenda e vai trabalhar por meio de videoconferências do Palácio do Alvorada.

“O fato de eu ter sido contaminado mostra que eu sou um ser humano contra outro qualquer”, afirma o presidente.

Bolsonaro conta a jornalistas que está se tratando com hidroxicloroquina, remédio considerado controverso para esse fim, já que não há comprovação científica de sua eficácia no caso de Covid-19 e a susbstância pode causar efeitos colaterais graves. O presidente diz que tomou uma primeira dose ontem de noite, às 19h, e outra nesta manhã, às 5h.

Sintomas e agenda intensa
O presidente relata que começou a se sentir mal no domingo e chegou a ter 38 graus de febre na segunda. “Mal estar, cansaço, um pouco de dor muscular”, conta, sobre sintomas que apresentou.

“Quanto a repouso, isso é particular meu. Eu não sei ficar parado. Vou ficar despachando por vídeo conferência”, afirmou o presidente, que diz estar se sentindo “impaciente”. “Eu estou impaciente, mas vou seguir os protocolos. O cuidado mais importante é com seus entes queridos, os mais idosos. os outros também, mas não precisa entrar em pânico. A vida continua”, afirma.

Bolsonaro diz ainda que achava já ter sido contaminado antes pelo coronavírus, devido à “agenda intensa” que tem mantido, a despeito das orientações de epidemiologistas para que as pessoas mantenham o isolamento social. “O fato de eu ter sido contaminado mostra que eu sou um ser humano contra outro qualquer”, diz.

× Chat - Fale com a Gazeta