Reflexos da pandemia: Opções de delivery e retirada no balcão podem ser mantidas após a quarentena

Logo no início da pandemia e imposição da quarentena, a empresária Raquel Bras, de Jaguariúna, precisou cortar gastos e a primeira opção que ela pensou, foi dispensar sua funcionária. “Mas, eu não quis dispensar porque é uma pessoa de confiança e que eu preciso na loja”, conta.

Para evitar o desligamento, Raquel conversou com sua colaboradora e ambas concordaram com o reajuste do salário e comissão. Ainda em busca de outras alternativas de redução de custo, visto que seu faturamento mensal teve queda de 30 a 40%, entrou em contato com a proprietária do imóvel da sua empresa e conseguiu a negociação do aluguel.

Com o fechamento dos serviços não essenciais, as lojas começaram a atuar, em sua maioria, nas redes sociais. Esse já era um trabalho feito por Raquel, mas as entregas na modalidade delivery eram esporádicas. “Intensificamos as entregas e isso que trouxe a rentabilidade que precisei nesse mês. Foi muito bom, as clientes aceitaram numa boa e fiz novas clientes também”, conta.

Outro recurso usado pela empresária foi impulsionar as publicações da sua rede social para atingir públicos de outras regiões do País. “Era uma coisa que eu não tinha foco, mas a quarentena me obrigou a isso”.

Com essa demanda de outras cidades, Raquel adiantou um plano que estava em desenvolvimento: o lançamento do site da loja. “O site não foi criado por conta da pandemia, era um projeto que eu já tinha, apenas adiantei a realização”, reforça.

No site, além da entrega pelos Correios, o cliente de Jaguariúna e região pode optar pela retirada na loja, que é outra modalidade de entrega neste momento. “Essas opções de retirar no balcão da loja ou delivery é o que eu quero manter após a pandemia. Deu super certo”, afirma.

Além disso, Raquel acredita que o comércio tem que ser flexível para atender seus clientes e que todos vão conseguir passar por isso. “Por meses teremos a resposta do que está acontecendo agora, mas se soubermos nos adaptar do jeito certo vamos tirar uma coisa boa. De certa forma, essa readaptação para o meu público foi super bacana e é uma coisa que eu quero manter. Estou tendo um bom retorno”, finaliza.