Prefeitura de Jaguariúna deve suspender cobrança da tarifa de água dos beneficiários do Bolsa Família

A proposta é válida pelo período de três meses

A Prefeitura de Jaguariúna deve suspender a cobrança da tarifa de água e esgoto dos beneficiários do programa Bolsa Família da cidade. Projeto de lei que estabelece a medida foi entregue nesta quarta-feira, 25, pelo prefeito Gustavo Reis ao presidente da Câmara de Jaguariúna, vereador Walter Tozzi.

A proposta – que é válida pelo período de três meses, de 1º de abril até 30 de junho deste ano – visa ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade social no momento de enfrentamento à disseminação do coronavírus, com ações de quarentena e restrições de mobilidade que impactam a vida das pessoas. Pelo projeto, tem isenção da tarifa de água e esgoto a família que estiver inscrita no Bolsa Família e que consuma até 10 metros cúbicos de água por mês.

Atualmente, Jaguariúna possui 1.200 famílias cadastradas no programa Bolsa Família. A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social deve informar quais são as famílias beneficiadas.