Campeonato Municipal de Futsal Feminino é realidade em Jaguariúna; Conheça as equipes

Essa é a primeira vez na história que Jaguariúna tem uma competição oficial de futsal feminino no calendário esportivo

Paula Partyka – paulapartka@gazetaregional.com.br

O primeiro Campeonato Municipal de Futsal Feminino de Jaguariúna começou. Organizado pela Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (SeJEL), a competição conta com oito times e cerca de 120 atletas. Por isso, a Gazeta Regional dá continuidade a uma série de matérias sobre os times participantes.

Na edição 1709, contamos a história do time Audaz, na 1710, sobre o time da UniFaj e nesta edição, 1711, confira a história do Lyon e Adaga.

Lyon

SONY DSC

O Lyon Futsal Feminino começou em agosto de 2019 com um grupo de What’sApp com 43 meninas, mas nos treinos, compareciam apenas algumas. Ficou então decidido reduzir o grupo apenas para aquelas que tinham o compromisso em ir treinar.

Com isso, o time foi formado e diversos nomes começaram a surgir. “Começamos com alguns nomes sem sentido, até que chegamos ao ‘Lyon’, inspirado no time Olympique Lyonnais, conhecido como Lyon, da França”, conta a jogadora e representante do time, Hevelyn Rulyana Thomaz Camilotti.

Com a notícia do primeiro Campeonato de Futsal Municipal de Jaguariúna, novas atletas somaram ao time. A Tainá Graziela Bueno dos Santos conta que começou a treinar nesse momento e a equipe só se fortaleceu a partir de então.

Tainá considera a iniciativa da Prefeitura sensacional. “Estava na hora pois o esporte feminino não tem reconhecimento em várias áreas, principalmente no futebol e futsal”.

Hevelyn acrescenta que é perceptível a diferença em relação ao futebol/futsal masculino, onde os patrocínios são maiores, por exemplo. “Quando fomos buscar patrocínio, foi até engraçado porque parece que as pessoas não colocam fé. E, quando conseguimos algo, parece que eles não confiam, não se sentem seguros”.

Para elas a diferença é visível, mas mesmo o time tendo três meses, elas entraram no campeonato para conhecer, participar e se preparar para o próximo ano. “Agora com a iniciativa da Prefeitura eu acho que os patrocínios vão crescer e nos próximos anos vai melhorar”, diz Tainá.

Os treinos acontecem semanalmente e o time tem suporte de jogadoras nutricionistas e fisioterapeutas para cuidar da saúde fora de quadra também. “Só ir aos treinos não é o suficiente. Temos que ter uma preparação física”.

O time está formado e unido. “É um time que nasceu do zero. As meninas correm atrás das coisas e eu fico muito feliz em fazer parte desse time”, conta Tainá. “E não é um time só dentro de quadra, é fora também. Nos tornamos uma família”, finaliza Hevelyn.

Adaga

SONY DSC

O time nasceu quando soube do Campeonato de Futsal, em novembro de 2019. A responsável pelo time é a Natália Calefi Franco. “Foi surpreendente pra mim. Não achei que teriam tantas equipes e atletas”, conta.

Para a jogadora Giovana Leite Tozzi, a iniciativa da Prefeitura é muito legal. “Incentiva muito as atletas femininas em Jaguariúna que estavam todas escondidas”.

Nos primeiros jogos elas se surpreenderam com o público presente no ginásio. “No primeiro dia eu vi que eles aderiram muito o futsal feminino pois, geralmente, o público vai mais no final mas agarram a ideia”, diz a jogadora Milaine Cristina Zalotini.

Para elas, os times são fortes e a disputa está bem acirrada. “A expectativa está grande”.

× Chat - Fale com a Gazeta