Ceaflor começa a funcionar em Jaguariúna

Atendendo as necessidades do setor, a empresa estima aumentar a participação no setor de flores da região em 20% e alcançar um faturamento anual de R$650 milhões

Paula Partyka – paulapartyka@gazetaregional.com.br

Foi inaugurado em Jaguariúna na quarta-feira, 25, um novo mercado de flores que promete aumentar em 20% a participação da região no mercado de flores. O Ceaflor, instalado numa área de 126 mil m2 às margens da rodovia SP-107, gera cerca de 1.800 novos empregos diretos e atende os consumidores dos setores de floricultura, paisagismo e decoração.

Um local onde se pode fazer compras de uma só vez e com preços melhores que os praticados no mercado, pois a negociação é direta com produtores, comerciantes e indústrias do setor. Ou seja, o Ceaflor melhora a logística do atacadista, uma vez que ele consegue preencher a carga em um único lugar.

Embora grande volume de produtos seja destinado ao mercado atacadista – garden centers, supermercados, floriculturas, decoradores e paisagistas -, o Ceaflor é aberto também ao varejo, para atender o consumidor final. Além disso, o local é dividido por setores para facilitar a locomoção. “Pensei em uma coisa fácil e organizada fácil para o produtor e comerciante, bem como para o comprador”, explica o presidente, Antônio Carlos Rodrigues.

São 676 boxes, que estão 98% ocupados. Eles são separados por área de atuação: 241 boxes de acessórios para floricultura, jardinagem e decoração, 128 para o comércio de flores de corte, 126 de flores em vasos e 181 boxes dedicados ao paisagismo.

Este é um investimento de R$50 milhões na sua construção e a realização de um sonho. Há algum tempo no mercado de flores, Antônio percebeu que o segmento cresceu e não teve melhoria, então desenvolveu o projeto junto com parceiros. “Então a expectativa é a melhor possível. Hoje, como primeiro dia, os comerciantes já estão vendendo e entregando. Teremos uma semana de adaptação, mas na semana que vem queremos estar a pleno vapor”, conta.

Ainda segundo o presidente, durante as obras a aplicação da cobertura gerou visibilidade e fez com que investidores tivessem a segurança para investir. Toda a estrutura está adequada as leis e o espaço está preparado para todas as situações. “O que procuramos além dos produtores terem uma condição melhor de trabalho, o ir com mais qualidade para o ponto final”.

No geral, dentro do segmento a proposta do Ceaflor é ter uma diversidade maior de produtos com qualidade. “Estamos em uma região altamente atacadista, que é a região de Holambra. E, alguns produtos que a região não tinha estamos vindo muito fortes”, explica o presidente.

O vice-presidente, Rodolfo Inácio Vieira, abraçou a ideia apresentada por Antônio e está satisfeito com o resultado do empreendimento.  “Sem dúvida nenhuma, eu estou realizado. Primeiro pelo fato de agregar tantos produtores e por todos que acreditaram em nós”, diz.

Para o prefeito de Jaguariúna, Gustavo Reis, a abertura do Ceaflor vem para ampliar, diversificar e fortalecer o potencial econômico e desenvolvimento do social do município. “Com o objetivo de gerar novas e melhores oportunidades de trabalho para a sua população, Jaguariúna abre cada vez mais as portas para novos investimentos e incentiva a criação de empreendimentos”.

O Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) da Prefeitura de Jaguariúna, inclusive, montou uma base móvel no local para facilitar o acesso e a contratação de trabalhadores de Jaguariúna pelas empresas que atuam no CEAFLOR.

Local

Instalado na via que dá acesso a Holambra, na Rodovia Prefeito Aziz Lian (SP 107), km 29,3, o Ceaflor tem 44 mil m² de área coberta dispostos em terreno de 126 mil m². O horário de funcionamento foi pensado de acordo com a região: de segunda a sexta das 07h às 17h e aos sábados das 07h às 13h, com possibilidade de aumentar o horário de acordo com a necessidade.

Foto – Ivair Oliveira