Atletas de wakeboard se reúnem em campeonato no Naga Wake Park

Brasileiros, argentinos e russos disputaram 1º, 2º e 3º lugar em diversas categorias

O Naga Cable Park, localizado em Jaguariúna, é o primeiro Cable Park da América Latina. Ele é equipado com sistemas de duas torres e um Full Size de cinco torres. O local perfeito para a prática do wakeboard e outros esportes aquáticos.

Em vista disso, o parque realizou no sábado, 31, o Campeonato Wake Park que reuniu atletas de todo o Brasil, Argentina e Rússia. A presença de todos os atletas, segundo a organização, foi muito importante para mostrar que o esporte no Brasil está crescendo e tendo visibilidade.

O vencedor da categoria intermediária, o jaguariunense Felipe Chiavegato, de 13 anos, competiu com atletas de outras cidades e país. Ele ingressou no esporte por meio de aulas disponibilizadas pela prefeitura municipal, isso tem cerca de 11 meses.

“Gostei muito e comecei a frequentar, levar a sério e participar de campeonatos”, explica. Ele afirma que quer cada vez mais evoluir e avançar no esporte.

A família de Felipe esteve presente no campeonato e acompanha de perto a sua evolução. O avô, Tarcísio Cleto Chiavegato, expressa total orgulho do neto. Tarcísio, por sua vez, enquanto prefeito, apoiou e aprovou o parque no Ministério do Meio Ambiente.

O campeão da categoria avançado, Bruno Ulott, depois de dois anos sem competir no Brasil se sentiu satisfeito com sua performance. “A vitória ao lado de meus amigos e familiares sem dúvida fez este dia muito especial”.

Bruno está há 10 anos no wakeboard e neste tempo fez muita amizade com atletas de todos os níveis, amigos estes que se tornam adversários durante a competição. “Mas é uma relação muito boa. Eu torço para todo mundo fazer o melhor e sair de cabeça feita da competição. O resultado é apenas a consequência”, diz.

De acordo com a organização, este foi um evento que superou as expectativas, onde cerca de 1100 pessoas participaram durante todo o dia. Na competição, categorias iniciante feminino e masculino, intermediário, avançado, open feminino e masculino, wakeskate e profissional. Além da parte esportiva, o evento contou com cultura nas áreas de arte e dança.