Base de administração do exército vistoria obras de reforma do prédio que sedia o Tiro de Guerra em Pedreira

O Sargento Claudomir, do Exército Brasileiro, representando a Base de Administração e Apoio do Ibirapuera, Comando Militar do Sudeste do Ministério da Defesa, em São Paulo, juntamente com o soldado Peterson, estiveram vistoriando as obras de reforma e adequação da futura sede do Tiro de Guerra de Pedreira.  Eles foram acompanhados do prefeito Hamilton Bernardes Junior.

A Prefeitura de Pedreira está reformando o prédio público localizado no Jardim São Nilo e que já sediou a Escola Estadual Morvan Dias de Figueiredo e o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação de Pedreira (NEPEP), para abrigar o Tiro de Guerra. Segundo o prefeito, em 2017, foi entregue ao general do Exército, João Camilo Pires de Campos, então comandante da Região Sudeste, um Ofício solicitando a instalação do Tiro de Guerra. “Após a devida avaliação, o projeto foi aprovado”.

Os jovens da cidade recebiam o Certificado de Dispensa de Incorporação do Serviço Militar, porque Pedreira não possuía Tiro de Guerra. Agora, com a instalação eles tem a oportunidade de prestar o Serviço Militar Inicial e, assim, receberão os Certificados de Reservistas e não de Dispensa de Incorporação. Os jovens ao se alistarem não serão mais dispensados, passarão por entrevista e exame médico para a seleção de 50 jovens. Essa seleção é realizada nos dias 06, 09, 10 e 11 de setembro, nas dependências do Ginásio de Esportes “Vermelhão” do Santa Sofia.

Durante a visita, o Sargento Claudomir parabenizou o prefeito Hamilton e toda a equipe responsável pela obra. “Os serviços encontram-se dentro do prazo e o projeto merece elogios, pois atende todas as necessidades do Exército”, enfatiza.