Programa Vizinhança Solidária no Comércio é lançado em Jaguariúna

Detalhes do programa serão discutidos em reunião que vai ocorrer na quinta-feira (9), com a participação dos comerciantes – proposta une esforços da Prefeitura, PM e Associação Comercial e Industrial

A segurança para que comerciantes de Jaguariúna possam trabalhar com tranquilidade, sem temer assaltos ou furtos em plena luz do dia, deve melhorar consideravelmente com a implantação do Programa Vizinhança Solidária no Comércio. Os detalhes serão discutidos em reunião que ocorrerá na próxima quinta-feira (9), às 19h, na Associação Comercial e Industrial (ACI) de Jaguariúna, entre comerciantes e representantes da Prefeitura, da Polícia Municipal e da Polícia Militar. A ACI está localizada na Rua Júlia Bueno, 651 – Centro.

O lançamento foi anunciado após a reunião ocorrida no último dia 2 em que participaram o prefeito Gustavo Reis, o comandante do Pelotão da Polícia Militar de Jaguariúna, sub-tenente PM Norder – Wendell Norder Rocha, o secretário municipal de Segurança Pública, Renato José de Almeida Chaves Filho, e o presidente da ACI, João Rodrigues dos Santos.

A ação, segundo consenso entre os participantes, começará já na semana do Dia das Mães. “Essa união de esforços busca dar a segurança que todos precisam para viver e trabalhar em paz. Nossos comerciantes são um segmento importante da economia local, por isso, merecem toda a atenção e fazemos questão de colaborar no que for possível”, disse o prefeito.

Na avaliação dos comandantes da PM e da Polícia Municipal, o Programa Vizinhança Solidária no Comércio será uma ferramenta a mais para garantir a tranquilidade, uma vez que somará esforços entre os próprios interessados, os comerciantes: “Trata-se de prevenção primária de segurança, por isso, passaremos orientações aos comerciantes sobre comportamento das pessoas, posicionamento ideal das câmeras que captam imagens e até mesmo situação de fragilidade no próprio comércio”.

O secretário de Segurança destacou que o Programa vai se somar à inauguração da central de monitoramento do Centro de Operações e Inteligência (COI), no dia 16 de maio. Segundo ele, o sistema vai contar com 40 câmeras de vídeo, sendo 23 instaladas pela Prefeitura e outras 17 que serão acopladas, pois já funcionam de forma individual. “E nunca é demais reforçar: qualquer atividade suspeita deve ser comunicada de imediato às forças de segurança pelos telefones 153 da Polícia Municipal ou 190 da Polícia Militar”, explica Renato.

Por sua vez, enquanto representante legal dos comerciantes, João Rodrigues dos Santos aprovou a iniciativa: “Tudo o que for implantado para melhorar a segurança da população, e os comerciantes são um segmento importante dela, tem o apoio e a participação da Associação Comercial. Vamos trabalhar pelo sucesso do programa Vizinhança Solidária no Comércio por um motivo simples: juntos, somos mais fortes”.

Fonte: Prefeitura Municipal de Jaguariúna / Foto: Samuel Oliveira