Passarela sobre a linha férrea na região do Cruzeiro do Sul deve ficar pronta em dezembro

Segundo informações divulgadas pela Prefeitura de Jaguariúna, a passarela para travessia de pedestres sobre a linha férrea que passa pela região do Núcleo Residencial João Aldo Nassif e bairro Cruzeiro do Sul está em fase final de implantação e será entregue para uso da população no mês de dezembro. A data exata ainda não está definida pela empresa responsável pela obra.

A garantia vem da empresa Valor da Logística Integrada (VLI), concessionária responsável pela operação da ferrovia que atravessa o município e que doará a obra oficialmente à Prefeitura, a quem coube aprovar os projetos apresentados juntamente com a Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), órgão do governo federal.

A passarela ligará a Rua Vigato, no bairro Nassif, ao prolongamento da Rua João Frazato, permitindo, também, o acesso à Estrada Judite dos Santos Pinto, que leva aos Condomínios Residenciais Jaguariúna I e II. Após a doação oficial da passarela por parte da VLI, caberá à Prefeitura de Jaguariúna cuidar da manutenção e iluminação.

A implantação do equipamento foi intermediada pelo prefeito Gustavo Reis e está sendo acompanhado pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços.

A construção da passarela era um pedido antigo de moradores dos dois bairros e do entorno, pois muitos enfrentavam situações de vulnerabilidade e insegurança ao ter que passar pelo local.

Trâmites

Numa visita realizada no mês de junho passado, representantes da VLI entregaram ao secretário de Obras e Serviços da Prefeitura de Jaguariúna, Lucas Gabriel Lopes, os projetos executivo e de engenharia de implantação da passarela. Entregou também a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) emitida pelo Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA) de Minas Gerais, com a devida anuência do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), órgão federal que regula e fiscaliza as concessões de ferrovias em todo o Brasil.

Com informações da Prefeitura Municipal de Jaguariúna – Foto: Ivair Oliveira