Uma Seleção credenciada ao título da Copa

A Seleção Brasileira estreia neste domingo, 17, de junho, contra a Suíça, na Copa do Mundo 2018, a ser disputada na Rússia. A equipe chega á competição com o ‘status’ de favorita, superando, com isso, a decepcionante eliminação na Copa de 2014, em casa, quando foi eliminada pela Alemanha por 7 a 1, nas quartas de final.

A recuperação da Seleção se deu após Tite assumir o comando técnico, em junho de 2016, para a disputa das eliminatórias, conquistando naquele ano seis vitórias em seis jogos. Para isso, o treinador deu uma nova cara ao elenco, recuperou a autoestima de cada jogador, formou um grupo coeso e forte, com o que há de melhor em nosso futebol, apesar de a maioria dos convocados atuarem em clubes europeus.

Para o jogo de estreia contra a Suíça, a Seleção deve entrar em campo com mesmos jogadores que iniciaram a partida de domingo passado no amistoso contra a Áustria, vencido pelos brasileiros por 3 a 0. No gol, Alisson; a defesa foi formada pelos zagueiros Miranda e Thiago Silva, tendo como laterais Danilo e Marcelo. O meio-campo Tite escalou Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho, e no ataque, Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

No entanto, vencer a primeira partida dará mais ânimos aos jogadores brasileiros, para isso, terão que superar a fama que os suíços têm no futebol: ‘retranqueiro’. Apesar disso, a atual seleção suíça ocupa a sexta posição no ‘ranking’ da Fifa, chega à Copa da Rússia credenciada por uma boa produção ofensiva nas eliminatórias europeias. O time fez 23 gols e ficou em segundo no Grupo B, atrás de Portugal. A classificação veio na repescagem com uma vitória e um empate contra a Irlanda do Norte.

Em seu último e único amistoso antes da Copa, os suíços derrotaram a seleção japonesa pelo placar de 2 a 0, com gols do lateral Ricardo Rodríguez e do atacante Seferovic. Nesta partida, mostrou claramente que as principais jogadas de ataque passam, necessariamente, nos pés do meia Shaqiri, que atua no futebol inglês.

O único confronto entre Brasil e Suíça em Copas foi no Brasil, em 1950 – empate em 2 a 2 no Pacaembu. A seleção que vai enfrentar o Brasil tem como destaques os meias Behrami (Udinese-ITA), Shaqiri (Stoke City-ING) e Xhaka (Arsenal), além dos defensores Lichtsteiner (Juventus-ITA) e Ricardo Rodriguez (Milan). Todos os jogadores convocados para a Copa na Rússia atuam fora da Suíça.

Ficha técnica:

BRASIL

Alisson; Danilo e Marcelo, Miranda e Thiago Silva; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus. Técnico: Tite.

SUIÇA

Roman Burki; Stephan Lichtesteiner, Ricardo Rodríguez, Manuel Akanji e Fabian Schär; Remo Freuler, Granit Xhaka, Valon Behrami, Xherdan Shaqiri; Breel Embolo e Gavranovic. Técnico Vladimir Petkovic.

  • Data: Domingo, 17 de junho
  • Local: Rostov
  • Horário: 15h (horário de Brasília)